Arquivo da tag: Trivela

Recomendo por aí: como não ser enganado na Copinha

Pacaembu, tradicional sede da final da Copa São Paulo

Pacaembu, tradicional sede da final da Copa São Paulo (imagem via Google Maps)

A Copa São Paulo começou neste sábado (3) e seguirá até dia 25, dia da decisão no Pacaembu. Neste ano são impressionantes 104 equipes na primeira fase, que usou o alfabeto inteiro de grupos (26 letras), como vimos aqui no nosso post anterior. Algumas coisas, no entanto, não mudam e observações de anos e anos nos deixam mais críticos a possíveis revelações que não vingam e viram os famosos foguetes molhados (que não explodem direito). Assim, em 2012, há exatos três anos, o Ubiratan Leal (já citado aqui pelo Balípodo, que usamos como fonte pela apresentação em português da teoria da média inglesa nas nossas Numeralhas), fez um guia mostrando as armadilhas em que se podem cair ao analisar jogadores na Copinha sem se atentar a alguns critérios.

O texto da conceituada Trivela, onde fui colunista de Série B do Brasileirão no cada vez mais longínquo ano de 2010, só tem uma atualização que precisa ser feita: a Federação Paulista de Futebol, a partir da edição de 2013, fez a competição que era sub-18 voltar a ser sub-20, com atletas nascidos entre 1995 e 1999 sendo elegíveis. O impacto disso é que, ao invés de terem os jogadores de 19 e 20 anos na fila, os jogadores da Copinha têm os jovens que já subiram para as equipes principais na frente, até porque a maior parte da competição coincide com a pré-temporada dos profissionais. Sendo assim, confira aqui o definitivo guia de como não ser enganado na Copinha.

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Recomendo por aí

Recomendo por aí: Atletiba, capas e retorno à vaca

Especial sobre clássicos da Trivela teve capítulo sobre o Atletica (Reprodução/Trivela)

Especial sobre clássicos da Trivela teve capítulo sobre o Atletiba (Reprodução/Trivela)

 

Por nascer e morar em Curitiba, o Atletiba é o clássico brasileiro mais intensamente vivido por mim, inclusive profissionalmente. Para quem não conhece a dinâmica de uma redação, um clássico gera muitos materiais de adianto e especiais. Se for decisão, então, mais ainda, com retrospectos de campanhas de títulos e tal. E de pensar que, pelo resultado da contenda, metade do material nunca vem ao ar. Até rola uma brincadeira de que os jornais poderiam tranquilamente lançar livros sobre matérias que não se concretizaram. Numa semana em que Cruzeiro e Atlético-MG decidiram a Copa do Brasil, a Trivela fez um especial contando de quando arquirrivais chegaram ao auge de maneira simultânea. Um dos capítulos foi sobre a ótima década de 80 da Dupla Atletiba. Confira aqui neste link.

* * *

O site Verminosos por Futebol, lá do Ceará, fez um “Direto do baú” deles. E isso foi com capas do caderno de Esportes do jornal O Povo, quando em seu processo de implantação. Algumas abusam de trocadilhos e brincadeiras com fotos. Confira as 20 manchetes clicando aqui.

* * *

E fechando nosso post, uma importante atualização do caso da vaca que resolveu nascer e o dono do sítio, goleiro de um time amador francês, precisou largar tudo e o time acabou tomando de 20. O Yuri Casari falou com o presidente do clube e revelou o estado de saúde da bovina e do bovininho. 

1 comentário

Arquivado em Recomendo por aí