Santa Quitéria vence Renovicente em jogo eletrizante e arranca vaga para as semifinais

Jogadores do Santa Quitéria comemoram gol de Gean, em cima da hora, com um jogador a menos: "thriller" de cinco gols no Solar do Bosque deu a classificação e o primeiro lugar da chave ao Santa Quitéria

Jogadores do Santa Quitéria comemoram gol de Gean, em cima da hora, com um jogador a menos: “thriller” de cinco gols no Solar do Bosque deu a classificação e o primeiro lugar da chave ao Santa Quitéria

Em um emocionante duelo de cinco gols, o Santa Quitéria venceu o Renovicente, em pleno Solar do Bosque, na tarde deste sábado (7), pelo placar de 3 a 2 e classificou-se para as semifinais da Suburbana. De quebra, com o empate sem gols entre Trieste e Vila Fanny, a equipe auriverde garantiu o primeiro lugar do equilibradíssimo Grupo D, tendo agora pela frente o Novo Mundo, segundo colocado do Grupo C.

Juliano, Baloy, que perto do fim do jogo foi expulso, e Gean, fizeram os gols do Quitéria, o último aos 44 minutos do segundo tempo, quando o time já estava reduzido a dez homens. Felipe Caron e Willian Israel marcaram para o Renove.

Para se ter ideia da pouca diferença técnica entre os quatro times da chave, o Santa Quitéria, com nove pontos e três vitórias, ficou em primeiro, com o Vila Fanny, nove pontos e duas vitórias, em segundo, o Trieste, oito pontos, em terceiro, e o Renovicente, sete pontos, em quarto. Apenas dois pontos de diferença de um total de 18 pontos disputados, 19 para quem teve ponto extra. Acrescentando a isso, os dois classificados terminaram a fase com saldo de gols zerado, sendo que Trieste teve saldo +1 e o Renovicente -1, mais um indício do nivelamento entre os times.

“Estou sem palavras. Essa equipe é guerreira, lutou para não cair, lutando contra tudo e contra todos. Só que a gente fechou, virou uma família no vestiário. Agora vamos focar a próxima fase, que mostra quem é homem de verdade. A gente trabalhar forte que vai ser outro jogo”, disse Gean, autor do gol da classificação.

 

Para o Renovicente, a temporada chegou ao fim com o sabor de que faltou pouco para chegar às semifinais. “Infelizmente não deu para sair com resultado positivo. Era um jogo chave hoje. Demos bobeira e entregamos dois gols para eles. Agora não tem mais o que fazer. Desde o início, era um grupo para chegar, tanto que fomos primeiros [na primeira fase], mas vacilamos em jogos que tínhamos três pontos na mão. Bobeamos e colhemos o que plantamos”, explicou o meia-atacante Felipe Caron, autor do primeiro gol de sua equipe. “O time a ser batido é o Iguaçu. Futebol pode ter surpresa e pode até não chegar, mas vejo como a equipe que todos terão de bater”, completou, dando um palpite do que vem pela frente.

As semifinais dos adultos serão jogadas entre Santa Quitéria e Novo Mundo, e Iguaçu e Vila Fanny. A FPF divulgará durante a semana a tabela e quais os pareamentos da categoria juvenil.

O jogo

Impossível dissociar a partida do Solar do Bosque do que acontecia ao mesmo tempo no Francisco Muraro, onde Trieste e Vila Fanny ficaram no 0 a 0 em um jogo que atrasou alguns minutos e deixou todo mundo na expectativa do que poderia acontecer com efeitos para a classificação. O certo, no apito inicial, era que uma vitória no Santa Cândida classificaria o vencedor e o empate só serviria ao Renovicente se houvesse uma vitória do Trieste lá em Santa Felicidade.

Com a bola rolando em ambos os campos, tanto Renovicente quanto Santa Quitéria estavam fora. Com isso, viu-se um jogo bastante franco, como na cobrança de falta aos 21 minutos em que Adriano Chuva acertou o travessão de Artur. As duas equipes apostaram em ataques velozes e um gol era questão de tempo para qualquer um dos lados.

Aos 37 minutos, em uma troca rápida de passes, a zaga do Renovicente parou pedindo impedimento e Juliano recebeu dentro da área para abrir o marcador para o Santa Quitéria. O meia-atacante jogou no sacrifício, antecipando o retorno após uma lesão no joelho, para poder ajudar a equipe. “Eu estava comentando com minha mulher que a gente ganhou todos os jogos que eu entrei”, contou após o jogo o atleta, que ano passado foi decisivo na conquista do título do Nova Orleans.

A resposta do Renovicente foi bastante rápida. Aos 41 minutos, numa trama de velocidade, Felipe Caron recebeu por dentro da defesa e arrancou para bater na saída de Jonas. Se o Santa Quitéria tinha ficado quatro minutos classificado naquele momento, tudo voltava à estaca zero.

Na segunda etapa, o Santa Quitéria começou mais objetivo e aproveitou a insegurança da defesa do Renovicente, com dificuldades na bola aérea e criando lances de terror cardiovascular para seus torcedores por dificuldades de comunicação, com os zagueiros trombando com o goleiro Artur por diversas vezes.

Logo aos 7 minutos, o Santa Quitéria voltou a liderar o placar. Após bola cruzada da direita, o zagueiro Baloy subiu mais que a zaga e cabeceou para as redes. Novamente a vaga voltava às mãos do Santa Quitéria.

A partir daí a adrenalina aumentou e até as cenas lamentáveis resolveram aparecer. Aos 21 minutos, após falta no lado direito do ataque do Santa Quitéria, o atleta do time visitante caído acabou sendo acertado pelo zagueiro Dudu. Isso gerou um empurra-empurra entre os atletas em campo e os atletas do banco do Santa Quitéria. Por entrar em campo sem autorização para tomar satisfações com os adversários, o zagueiro Raul, que estava no banco do Quitéria, acabou expulso aos 23 minutos, quando a contenda emfim conseguiu ser resolvida, sem sequer participar da partida como atleta.

Com os ânimos um pouco mais serenos, a partida voltou a ser disputada com o Santa Quitéria tentando matar de uma vez as possibilidades de ficar fora das semifinais e o Renovicente se esforçando para buscar o empate e depois ir atrás de uma virada que também o classificaria.

O empate veio em um pênalti cometido por Bruno ao empurrar um adversário na área. Aos 38 minutos, Willian Israel bateu com categoria, deslocando Jonas e botando fogo de vez na partida.

A chama subiu mais no minuto seguinte. Baloy acertou adversário após marcação de falta e levou cartão vermelho direto. Com o Santa Quitéria reduzido a dez homens, tudo parecia levar a crer que o Renovicente iria com tudo para buscar a virada e a classificação.

No entanto, a zaga tricolor deu bobeira mais uma vez e a bola sobrou, aos 44 minutos, para Gean, que primeiro ameaçou bater, tirando do goleiro, para aí chutar para o gol da classificação, fechando o placar em 3 a 2 para o Santa Quitéria.

Presidencial

Pela primeira vez no Solar do Bosque, fomos surpreendidos pela estrutura do estádio do Renovicente. Há um setor de imprensa com três amplas cabines, usadas pelo pessoal das rádios. Não é exagero considerá-las melhor equipadas que alguns estádios de futebol profissional.

Espaço aéreo disputado

O bairro do Santa Cândida, na zona norte de Curitiba, não é distante do Bacacheri, onde fica um dos aeroportos de Curitiba. Devido à pista curta demais e por ser muito próximo da cidade, o Aeroporto do Bacacheri converteu-se em local para aviões de pequeno porte, voos fretados e voos de treinamento. Vários aviões passaram sobre o campo do Renovicente durante a partida.

- Olha o avião!  - Caiu a marcação!

– Olha o avião!
– Caiu a marcação!

A distância das aeronaves era tão pequena que em muitos momentos o barulho dos motores ecoava pela região.

Mais uma aeronave sobre o Solar do Bosque

Mais uma aeronave sobre o Solar do Bosque

Mas não foi só avião que andou pelo espaço aéreo do Renovicente. Em dado momento do jogo, pôde-se observar uma pipa sendo empinada tranquilamente em uma tarde que a chuva não quis sair e até deu alguns momentos ao sol.

Se você já viu algo parecido, deve-se lembrar de Uberlândia x Caxias, quando também teve pipa perto do campo

Se você já viu algo parecido, deve-se lembrar de Uberlândia x Caxias, quando também teve pipa perto do campo

Caniggia no Renovicente

Não é bem o ex-craque argentino, mas sim um homônimo de penas. Os quero-queros do Recanto do Bosque têm nome. Um deles foi trazido há cerca de 20 anos do Clube Duque de Caxias, no Bacacheri, quando jovem, e foi tratado de um ferimento causado por uma bola de tênis que o deixou com uma das patas arqueadas. O nome que ele ganhou foi Caniggia. As aves deram o ar da graça dentro do campo em alguns momentos, mas preferiram o gramado ao lado das quatro linhas na maior parte do tempo.

Caniggia e família

Caniggia e família

Goleada classifica Renovicente no juvenil

Na preliminar de juvenis, o Renovicente precisava vencer e vencer com bom saldo para passar de fase, pois a disputa com o Vila Fanny era ponto a ponto e gol a gol. Missão dada e missão cumprida: 4 a 0 sobre o Santa Quitéria, que só cumpria tabela.

O placar foi todo construído no primeiro tempo. Fábio marcou aos 6 minutos e Lucas Miller ampliou aos 7 minutos. Jonas fez o terceiro gol do Reno aos 24 minutos e Emerson tratou de dar números finais à partida aos 37 minutos.

O Renovicente ficou com o segundo lugar da chave com 10 pontos, três vitórias e saldo +3, dois gols de saldo a mais que o Vila Fanny, que virou em cima da hora sobre o Trieste, primeiro colocado, 4 a 3, mas precisaria de mais três gols para ir às semifinais.

Ficha Técnica:

Renovicente 2 x 3 Santa Quitéria

Estádio Solar do Bosque, Santa Cândida, Curitiba

Renovicente: Artur; Willian Israel, Dudu, Leandro (Raul) e Julianinho; Ivan, Lila (Carlão), Douglas (João Paulo) e Ricardinho; Felipe Caron (Didi) e Willians Alves. Técnico: Rossano.

Santa Quitéria: Jonas; Cleiton (Luan), Baloy e Bruno e Adriano Chuva; Adan, Aroldo, Juliano (Fernandinho) e Gean; Robson e Jonatas Omelete (Edinaldo Pedra). Técnico: Leandro Chibior (suspenso, com Guilherme Grande orientado o time na beira do gramado).

Arbitragem: Selmo Pedro dos Anjos Neto, Diogo Morais e Heitor Alves Eurich.

Gols: Juliano (SQT), aos 37/1.°; Felipe Caron (REN), aos 41/1.º; Baloy (SQT), aos 7/2.º; Willian Israel (REN), aos 37/2.º; Gean (SQT), aos 44/2.º.

Cartões Amarelos: Willian Israel, Dudu, Ricardinho, Willians Alves (REN); Jonas, Bruno, Aroldo, Fernandinho, Luan (SQT).

Cartões Vermelhos: Jair (SQT), aos 23/2.º (entrou em campo sem autorização durante confusão); Baloy (SQT), 38/2.º (atingiu adversário após falta cometida).

Confira imagens das partidas:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Futebol Alternativo, Metrópole adentro

Uma resposta para “Santa Quitéria vence Renovicente em jogo eletrizante e arranca vaga para as semifinais

  1. Pingback: Placar da Rodada – Suburbana | Futebol Metrópole

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s