Urano reencontra vitória e rebaixa Vila Hauer

Reestreando no Manecão, Jhon comemora o terceiro gol do Urano sobre o Vila Hauer. Após seca de quatro jogos, Azulão fecha fase em segundo do grupo e pega Grupo C

Reestreando no Manecão, Jhon comemora o terceiro gol do Urano sobre o Vila Hauer. Após seca de quatro jogos, Azulão fecha fase em segundo do grupo e pega Grupo C

Após quatro jogos sem saber o que é uma vitória, o Urano reencontrou a sensação de sair de campo com três pontos na tarde deste sábado (19), no Manecão, ao fazer 4 a 2 no Vila Hauer. O resultado rebaixou a equipe Tricolor, lanterna geral com cinco pontos, e deixou o Azulão com o segundo lugar do Grupo B com 17 pontos, dois a menos que o Renovicente. Eduardo Felipe, Adriano Marmita, Jhon e Richard fizeram os gols do Urano, enquanto que Rogério e Márcio Mexerica anotaram para o Vila Hauer, que agora só volta a campo em 2016 com a missão de retornar à elite.

 

No Urano, o pensamento já está na Segunda Fase. “Na próxima fase, com time entrado e bem, esperamos fazer bons jogos”, afirmou Eduardo Felipe, que atuou nesta partida como zagueiro do Urano. “Agora o foco muda, com objetivo alcançado de classificar. Temos dois dias na semana para treinar [nota para o leitor não acostumado: os times amadores costumam treinar uma ou duas vezes na semana] e manter o foco. Superamos o problema dos últimos jogos de fazer gols, se perder e perder pontos no fim. Agora é nos acertarmos para a próxima fase”, completou Jhon, autor do terceiro gol do Azulão.

No Vila Hauer, a ordem é arrumar a casa e tentar o retorno à elite na próxima Série B. “Começou a dar errado em algumas coisas, algumas contratações. A gente contratou um pacote de jogadores que acabou complicando e dividindo o grupo. Tinha gente querendo dar rasteira e derrubar técnico. Quando a gente tomou medidas, já era tarde. Agora é estruturar, pegar ano que vem ‘um polaco de cada colônia’ [gíria paranaense para buscar uma pessoa de cada lugar] e evitar formar panelinhas. Estamos aprendendo com os erros deste ano uma lição”, explicou o auxiliar técnico Edmílson Luxemburgo, um dos responsáveis por orientar o time na beira do campo devido à suspensão do técnico Marinho Lima.

 

A Federação irá divulgar esta semana a tabela da próxima fase. O Urano ficou no Grupo C, com Iguaçu (dono de um ponto extra), Novo Mundo e Nacional. A outra chave, a D, é formada por Renovicente (dono de ponto extra), Trieste, Santa Quitéria e Vila Fanny.

O jogo

 

Com o Vila Hauer precisando vencer para pensar em se salvar do rebaixamento para depois ver os outros resultados, o jogo começou a caráter para o Urano. A equipe da Vila São Pedro explorou a velocidade de seus atacantes forçando a zaga do Vila Hauer, que se mostrou lenta, a se abrir. O gol saiu em jogada de bola parada pela esquerda em que o jovem Eduardo Felipe, 19 anos e que atuou de zagueiro após ter sido visto de meia-ofensivo e volante pela reportagem nesta temporada, desviou de cabeça aos 9 minutos. “Eu jogo de lateral-direito, volante e zagueiro. Joguei também de meia ofensivo. Sou o mais novo do elenco, faço 20 anos em outubro. O pessoal sempre passa confiança antes de entrar em campo e orienta. Pressão não há nenhuma e isso sempre ajuda em campo”, revelou o camisa 4.

Com o Vila Hauer tentando sair mais ainda, o Urano sentiu-se mais à vontade ainda em seus domínios e ampliou aos 35 minutos com Adriano Marmita desviando jogada de escanteio. Na primeira etapa, o Urano perdeu por lesão um de seus estreantes, o volante Neguinho, que machucou o ombro após choque com o zagueiro Alex na intermediária.

Na segunda etapa, foi a vez de um estreante, na verdade re-estreante, comemorar. Aos 14 minutos, Jhon, que voltara após dois anos e que está na história como autor do título de 2009, recebeu bola no campo de ataque e escolheu o canto para vencer o goleiro Diogo. Na comemoração do primeiro gol em seu retorno ao Azulão, o meia-atacante fez sinal de “sai nhaca” e beijou o escudo. “Tenho carinho grande pelo torcedor. Estava desde 2007 aqui, mas saí para jogar em Santa Catarina. Dois anos que eu não jogava aqui. Fiquei 60 dias com lesão no joelho. Os meninos deram confiança e eu conhecia o grupo. Feliz que jogamos bem e o gol saiu. Fico agradecido pelo apoio que o Urano me deu, o Mancha, fisioterapeuta, ajudou bastante na recuperação”, afirmou Jhon. Outro re-estreante foi o goleiro Paulo Henrique, que não defendia o clube há dez anos.

Com uma vantagem aparentemente confortável, o Urano baixou as rotações e deu espaço ao Vila Hauer. Rogério diminuiu aos 25 minutos. Aos 40 minutos, Baiano, que havia acabado de entrar, fez pênalti, que foi convertido por Márcio Mexerica, num chute forte no meio do gol. Com os resultados dos demais jogos colaborando, a virada salvaria o Vila Hauer do rebaixamento, algo que parecia improvável há duas rodadas e que reacendia o fantasma dos minutos finais do Urano, time que deixou de somar alguns pontos por gols sofridos no fim.

Porém, no último lance do jogo, aos 45 minutos do segundo tempo, o atacante Richard recebeu na frente e definiu o placar, garantindo o segundo lugar do grupo ao Urano e rebaixando o Vila Hauer.

Despedida de inverno

A rodada deste fim de semana foi a última do inverno, estação que neste ano teve pouco frio para os padrões curitibanos. O calor maltratou os jogadores em campo, chegando aos 31 graus durante o jogo de fundo e obrigando, ao menos na primeira etapa, a decretação de parada técnica para reidratação.

Sócio-torcedor

O Urano aproveitou a última partida da 1.ª Fase para lançar seu novo site e seu programa de sócio-torcedor. A partir da segunda fase, os jogos terão cobrança de entrada, mas o sócio-torcedor, que pagará uma mensalidade de 10 reais na Categoria Bronze, 15 reais na Categoria Prata e 20 reais na Categoria Bronze, não pagará nos jogos como mandante e, dependendo da categoria, terá outros benefícios como participação de sorteio de camisas, eventos oficiais do clube e descontos no uso das instalações do clube para eventos. Mais informações em www.clubeurano.com.br.

Gols, golaço e dois cartões fumegantes

Na preliminar de juvenis, sem chances de classificação para a próxima fase, Urano e Vila Hauer fizeram um jogo bastante nervoso com muitos gols, um gol antológico e dezenas de cartões. O Urano venceu por 4 a 2 e nos cartões vermelhos foram quatro para o Vila Hauer, que ficou a uma expulsão de ficar sem jogadores suficientes, e dois para o Urano. Isso sem contar os amarelos, que subiram em grande profusão a cada falta mais exacerbada ou a cada bate-boca ou reclamação. O árbitro da preliminar, Maykon Brito de Freitas, teve bastante trabalho.

O placar foi aberto aos sete minutos de jogo por Jean, para o Urano. Igor aumentou para os donos da casa aos 33 minutos. Brisolla deu esperança ao Vila Hauer ao diminuir o marcador aos 14 minutos do segundo tempo. Igor fez seu segundo gol na partida aos 22 minutos. Então, na saída de bola, aconteceu o golaço. Gabriel, camisa 5 do Vila Hauer, chutou do meio de campo e quando o goleiro do Urano tentou fazer a defesa era tarde. Um tiro de 47,5 metros de distância (o campo do Manecão tem 95 metros de comprimento) no alto do gol. “Estava 3 a 1 para eles e aí falei ‘vou chutar’. Meu pai não vai nem acreditar no gol que fiz”, disse Gabriel após a partida.

Apesar da beleza e do inusitado, o belo gol de Gabriel foi insuficiente para levar o Vila Hauer a um resultado melhor, até porque tinha mais um garoto brilhando, no caso Igor do Urano, que fez o seu terceiro gol na partida aos 35 minutos e fechou o marcador em 4 a 2.

O Vila Hauer perdeu a partida, mas Gabriel fez aquele gol que só Pelé não fez lá do meio de campo

O Vila Hauer perdeu a partida, mas Gabriel fez aquele gol que só Pelé não fez lá do meio de campo

Ficha Técnica:

Urano 4 x 2 Vila Hauer

Estádio Manoel Garcia de Andrade (Manecão), Vila São Pedro, Xaxim, Curitiba

Urano: Paulo Henrique; Diego (Baiano), Nathan, Eduardo Felipe e Flavinho; Neguinho (Michael), Massai e Mikael (Felipe); Jhon (Jonathan); Adriano Marmita (Pulga) e Richard. Técnico: Serginho Jordão.

Vila Hauer: Diogo; Fabrício, Italiano, Alex e Glauco (Valdik); Luis, William, Márcio Campina (Lincon) e Marcelo Maia; Rogério e Márcio Mexerica. Técnico: Marinho Lima (suspenso, não treinou a equipe do gramado)

Arbitragem: Cristiano Antônio Teixeira, Luciano Roggenbaum e Eduardo Luiz Teixeira Furiati.

Gols: Eduardo Felipe (URA), aos 9’/1.º; Adriano Marmita (URA), aos 35’/1.º; Jhon (URA), aos 14’/2.º; Rogério (VHA), aos 25’/2.º; Márcio Mexerica (VHA), aos 40’/2.º; Richard (URA), aos 45’/2.º.

Cartões amarelos: Fabrício, Luís, Márcio Campina (VHA)

Confira imagens das partidas:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Futebol Alternativo, Metrópole adentro

2 Respostas para “Urano reencontra vitória e rebaixa Vila Hauer

  1. Pingback: Placar da Rodada – Suburbana | Futebol Metrópole

  2. Pingback: Relembre a 1.ª Fase da Série A da Suburbana em 11 ESCENARIOS | Futebol Metrópole

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s