Arquivo do mês: agosto 2015

Placar da Rodada – Terceirona Paranaense

pr20153ra

1.ª Rodada

Domingo (30)

Cascavel CR 1 x 0 Colorado

Segunda-feira (31)

Cambé 2 x 0 Grêmio Maringá

Classificação

1.º Cambé – 3 pts – 1 vitória – saldo +2

2.º Cascavel CR – 3 pts – 1 vitória – saldo +1

3.º Colorado – o pts – o vitória – saldo -1

4.º Grêmio Maringá – 0 pts – 0 vitória – saldo -2

Próximos jogos

Domingo (06/09)

10 h – Grêmio Maringa x Cascavel CR

11 h – Colorado x Cambé

Deixe um comentário

Arquivado em Futebol Alternativo, Numeralhas

#BrasileirãoFreak – 31/08

brasfreak

Agosto está batendo no fim. Para muitos, um mês longo. Para outros, nem tanto. Para a gente, cabe mais uma segunda-feira com mais um #BrasileirãoFreak. Sem mais delongas, pois estamos gastando nosso estoque de introduções e apelando para a metalinguagem barata, vamos aos números:

Série A

– Com 46 pontos alcançados nesta rodada, o Corinthians é o primeiro time que ultrapassou a meta de pontos para se livrar do rebaixamento.

– O próprio Coringão é o único acima da Média Inglesa, que serve de referência para campanha de campeão. O vice-líder Atlético-MG iguala a tal média.

– A tabela possui os seguintes buracos: 1-Corinthians >4 pontos> 2-Atlético-MG >4 pontos> 3-Grêmio >4 pontos> 4-Palmeiras; 19-Joinville >6 pontos> 20-Vasco.

– Nestas 21 rodadas, os resultados mais repetidos, 14 vezes, foram vitórias do Corinthians e derrotas do Vasco.

– Sozinho, o artilheiro do campeonato, Ricardo Oliveira, do Santos, tem 12 gols, o que é 50% mais gols que todo o ataque vascaíno, que fez apenas oito.

– A 21.ª Rodada teve quatro vitórias mandantes, um empate e cinco vitórias visitantes. Atípica.

– Estão no apogeu na competição, além do líder Corinthians: Grêmio (3.º) e Flamengo (10.º).

– Além do lanterna Vasco, estão no perigeu na competição: Ponte Preta (13.ª), Chapecoense (11.ª) e Sport (8.º).

Régua dos Pontos

46 a 97: Corinthians

42 a 93: Atlético-MG

38 a 89: Grêmio

34 a 85: Palmeiras, São Paulo

33 a 84: Atlético-PR, Fluminense

31 a 82: Sport

30 a 81: Santos

29 a 80: Flamengo

28 a 79: Chapecoense, Internacional

27 a 78: Ponte Preta

24 a 75: Figueirense

23 a 74: Avaí

22 a 73: Cruzeiro, Goiás, Coritiba

19 a 70: Joinville

13 a 64: Vasco

Série B

– O pelotão da frente está bem equilibrado. São apenas três pontos separando o líder Vitória do sétimo colocado e arquirrival, o Bahia.

– Outro sintoma de equilíbrio é que todos os times estão abaixo da Média Inglesa.

– A tabela possui os seguintes buracos: 7-Bahia >4 pontos> 8-Santa Cruz; 17-Boa >4 pontos> 18-ABC.

– O resultado que mais se repetiu, 12 vezes, é derrota do Ceará.

– A 21.ª Rodada teve cinco vitórias locais, quatro empates e apenas uma vitória visitante.

– Além do líder Vitória, estão no apogeu na competição: Paysandu (2.º), apenas.

– Além do lanterna Ceará, estão no apogeu na competição: ABC (18.º) e Macaé (16.º).

Régua dos Pontos

38 a 89: Vitória

36 a 87: Paysandu, Botafogo

35 a 86: América-MG, Sampaio Corrêa, Náutico, Bahia

31 a 82: Santa Cruz

29 a 80: Criciúma

28 a 79: Bragantino, CRB

27 a 78: Luverdense, Atlético-GO

26 a 77: Paraná, Oeste

25 a 76: Macaé

23 a 74: Boa

19 a 70: ABC

18 a 69: Mogi Mirim

17 a 68: Ceará

Freakadas Alheias

Esta seção aqui é para quem postar a tag #BrasileirãoFreak no twitter. A cada semana, o blog reproduzirá algumas aqui com estes dados. Se ninguém postar na semana, a gente repete este texto. ¯\_(ツ)_/

Deixe um comentário

Arquivado em Numeralhas

Placar da Rodada – Taça FPF

tacafpf

9.ª Rodada

Sexta-feira (28)

Maringá 2 x 1 Coritiba

Domingo (30)

Paranavaí 1 x 0 Cianorte

Andraus 0 x 1 Atlético

Classificação

1.º Toledo – 17 pts

2.º Maringá – 12 pts – 4 vitórias – saldo +5 – 10 gols marcados

3.º Atlético – 12 pts – 4 vitórias – saldo +5 – 9 gols marcados

4.º Paranavaí – 11 pts

5.º Coritiba – 9 pts

6.º Cianorte – 8 pts

7.º Paraná – 5 pts

8.º Andraus – 4 pts

9.º Portuguesa Londrinense – 2 pts

Próximos jogos

Quinta-feira (03/09)*

19 h – Cianorte x Coritiba

Sábado (05/09)

11 h – Atlético x Paranavaí

Domingo (06/09)

11 h – Andraus x Maringá

11h05 – Paraná x Portuguesa Londrinense

Deixe um comentário

Arquivado em Numeralhas

Placar da Rodada – Suburbana

suburbana2015

Jogos de sábado (29)

Série A

9.ª Rodada

Bangu 2 x 2 Trieste

Nova Orleans 0 x 2 Vila Fanny

Iguaçu 2 x 0 Novo Mundo

Vila Hauer 0 x 1 Renovicente

Santa Quitéria 3 x 0 Urano

Operário Pilarzinho 0 x 2 Nacional

Classificação

Grupo A

1.º Iguaçu – 20 pts

2.º Trieste – 17 pts

3.º Vila Fanny – 14 pts – 4 vitórias

4.º Novo Mundo – 14 pts – 3 vitórias

5.º Bangu – 7 pts

6.º Nova Orleans – 5 pts

Grupo B

1.º Renovicente – 16 pts

2.º Santa Quitéria – 13 pts – 3 vitórias  – saldo +4

3.º Nacional – 13 pts – 3 vitórias – saldo +1

4.º Urano – 13 pts – 3 vitórias – saldo 0

5.º Operário Pilarzinho – 9 pts

6.º Vila Hauer – 2 pts

Classificação Geral (define o rebaixamento)

1.º Iguaçu – 20 pts

2.º Trieste – 17 pts

3.º Renovicente – 16 pts

4.º Vila Fanny – 14 pts – 4 vitórias

5.º Novo Mundo – 14 pts – 3 vitórias

6.º Santa Quitéria – 13 pts – 3 vitórias – saldo +4

7.º Nacional – 13 pts – 3 vitórias – saldo +1

8.º Urano – 13 pts – 3 vitórias – saldo 0

9.º Operário Pilarzinho – 9 pts

10.º Bangu – 7 pts

11.º Nova Orleans – 5 pts

12.º Vila Hauer – 2 pts

Juvenis

Bangu 3 x 3 Trieste

Nova Orleans 1 x 1 Vila Fanny

Iguaçu 1 x 2 Novo Mundo

Vila Hauer 0 x 2 Renovicente

Santa Quitéria 3 x 0 Urano

Operário Pilarzinho 3 x 3 Nacional

Classificação

Grupo A

1.º Vila Fanny – 19 pts

2.º Novo Mundo – 18 pts

3.º Trieste – 17 pts

4.º Nova Orleans – 16 pts

5.º Bangu – 7 pts

5.º Iguaçu – 6 pts

Grupo B

1.º Operário Pilarzinho – 20 pts

2.º Nacional – 17 pts

3.º Renovicente – 14 pts

4.º Santa Quitéria – 10 pts

5.º Vila Hauer – 6 pts

6.º Urano – 3 pts

Próximos jogos – 12/09 – Juvenis: 13h30 – Adultos: 15h30

Vila Fanny x Novo Mundo

Trieste x Iguaçu

Bangu x Nova Orleans

Nacional x Urano

Vila Hauer x Operário Pilarzinho

Renovicente x Santa Quitéria

Série B

8.ª Rodada

Grupo A

Bairro Alto 2 x 3 União Ahu

Uberlândia 3 x 0 Rio Negro

Imperial 0 x 1 Tanguá

Grêmio Ipiranga 6 x 0 Olímpico

Classificação

1.º Imperial – 17 pts

2.º Capão Raso – 16 pts

3.º Uberlândia – 13 pts – 4 vitórias – saldo +12

4.º Grêmio Ipiranga – 13 pts – 3 vitórias – Saldo +8

5.º Tanguá – 11 pts

6.º União Ahu – 9 pts

7.º Caxias – 7 pts

8.º Bairro Alto – 2 pts

9.º Rio Negro – 1 pt*

10.º Olímpico – 0 pts

* O Rio Negro perdeu 3 pontos por escalação de irregular de atleta(s)

Grupo B

Flamengo 2 x 1 Palmeirinha

Boqueirão 0 x 1 Vasco

Santíssima Trindade 2 x 3 São Braz

Combate Barreirinha 5 x 1 Ypiranga

Classificação

1.º São Braz – 19 pts

2.º Combate Barreirinha – 18 pts – 6 vitórias – saldo +19

3.º Vasco – 18 pts – 6 vitórias – saldo +11

4.º Flamengo – 9 pts – 4 vitórias*

5.º Vila Sandra – 9 pts – 3 vitórias

6.º Santíssima Trindade – 6 pts – 2 vitórias – saldo -5

7.º Boqueirão – 6 pts – 2 vitórias – saldo -10

8.º Palmeirinha – 4 pts – 1 vitória – saldo -3

9.º Ypiranga – 4 pts – 1 vitória – saldo -8

10.º Sergipe – 1 pt

*: O Flamengo foi punido com a perda de 3 pontos por escalação irregular de atleta(s).

Juvenis

Grupo A

Bairro Alto 1 x 0 União Ahu

Uberlândia 2 x 0 Rio Negro

Imperial 1 x 3 Tanguá

Grêmio Ipiranga 4 x 1 Olímpico

Classificação

1.º Caxias – 16 pts – 5 vitórias – saldo +30

2.º Bairro Alto – 16 pts – 5 vitórias – saldo +8

3.º União Ahu – 15 pts

4.º Grêmio Ipiranga – 11 pts

5.º Imperial – 10 pts – 3 vitórias – saldo 0

6.º Tanguá – 10 pts – 3 vitórias – saldo -1

7.º Olímpico – 6 pts – 2 vitórias – saldo -2

8.º Uberlândia – 6 pts – 2 vitórias – saldo -5

9.º Capão Raso – 0 pts²

10.º Rio Negro – -6 pts¹

1: O Rio Negro foi punido com a perda de 7 pontos pela escalação de jogadores irregulares

2: O Capão Raso foi punido com a perda de 4 pontos pela escalação irregular de jogador(es)

Grupo B

Boqueirão 3 x 2 Vasco

Combate Barreirinha 0 x 0 Ypiranga

Diamante 0 x 2 Vila Sandra

Flamengo 0 x 2 Palmeirinha

Santíssima Trindade 2 x 0 São Braz

Classificação

1.º Ypiranga – 19 pts

2.º Combate Barreirinha – 18 pts

3.º Palmeirinha 15 pts

4.º São Braz – 13 pts

5.º Sergipe – 12 pts

6.º Vila Sandra – 10 pts

7.º Flamengo – 6 pts³ – 3 vitórias

8.º Santíssima Trindade – 6 pts – 2 vitórias

9.º Boqueirão – 3 pts¹ – 3 vitórias

10.º Vasco – 3 pts – 1 vitória – saldo -9

11.º Diamante – 3 pts – 1 vitória – saldo -17²

1: O Boqueirão foi punido com a perda de 6 pontos por escalação irregular de jogador(es)

2: O Diamante teve a desistência do adulto anunciada pela FPF, mas segue disputando a categoria juvenil.

3: O Flamengo foi punido com a perda de 3 pontos por escalação irregular de jogador(es)

Próximos jogos – 12/09 – Juvenis: 13h30 – Adultos: 15h30

Grupo A

União Ahu x Grêmio Ipiranga

Tanguá x Caxias

Olímpico x Bairro Alto

Capão Raso x Uberlândia

Grupo B

Ypiranga x Sergipe

São Braz x Flamengo

Vila Sandra x Boqueirão

Palmeirinha x Santíssima Trindade

Vasco x Diamante (apenas juvenis)

1 comentário

Arquivado em Futebol Alternativo, Numeralhas

Garotos resolvem e Nacional bate Operário Pilarzinho no Bôrtolo Gava

Bruninho (7) corre em direção ao banco de reservas após abrir o placar contra o Operário Pilarzinho: gols do Nacional foram de jogadores de apenas 19 anos

Bruninho (7) corre em direção ao banco de reservas após abrir o placar contra o Operário Pilarzinho: gols do Nacional foram de jogadores de apenas 19 anos

Num jogo extremamente disputado e marcado por quatro expulsões, duas de cada lado, a juventude do Nacional fez a diferença. Com gols de Bruninho e Guilherme, ambos de 19 anos, o time do bairro do Boqueirão venceu o Operário Pilarzinho, fora de casa, no Bôrtolo Gava, por 2 a 0, na tarde deste sábado (29), e abriu importante vantagem de quatro pontos para o próprio Pilarzinho na briga por uma das vagas do Grupo B na próxima fase da Suburbana.

“Foi um jogo bem difícil. A gente perdeu em casa na rodada passada e precisava da vitória hoje. Jogamos para vencer e conseguimos”, afirmou Bruninho. Com isso, o Nacional ficou bem perto do objetivo na competição. “A gente subiu da Segunda Divisão ano passado e veio para classificar. Temos um time jovem, piazada, sabia que ia ser difícil mas está conseguindo. São jogos muito mais difíceis que na Segundona”, completou o meia-atacante, que surgiu no futsal do Coritiba e passou brevemente pelo time de base de campo do Alviverde.

“Agora vamos em busca de conquistar três pontos em casa contra o Urano, para fazer nosso papel, pois a classificação está encaminhada”, afirmou Guilherme, autor do segundo gol. É justamente o Urano, no campo do Nacional, o próximo duelo da equipe, no dia 12 de setembro, pois a Suburbana para no feriadão. O Operário encara um desesperado Vila Hauer na casa do adversário, podendo se livrar definitivamente das chances de rebaixamento com uma vitória simples.

O Nacional tem 13 pontos é o terceiro da embolada chave, diferenciado do vice-líder Santa Quitéria e do quarto colocado Urano pelo saldo de gols. O Operário Pilarzinho é o quinto com 9 pontos e vê a classificação ficar um pouco mais distante restando duas rodadas.

O jogo

Na primeira etapa, quem esteve mais perto de abrir o marcador foi o Operário Pilarzinho, que parou no goleiro Bruno em uma boa finalização de Thomas no início da partida e que chegou a propiciar o grito de gol da torcida que estava no setor de arquibancadas em uma cobrança de falta de Bitoca que foi na rede pelo lado de fora.

Na segunda etapa, o domínio mudou e o festival de cartões vermelhos começou. Aos 10 minutos do 2.º tempo, Éder do Operário Pilarzinho e Victor do Nacional trocaram gentilezas em forma de tapas e receberam do árbitro Marcelo Sales Côrrea os primeiros cartões vermelhos da tarde.

Com dez atletas para cada lado, o vigor físico da juventude do Nacional começou a se sobressair e Bruninho aproveitou finalização de dentro da área para abrir o placar já aos 13 minutos. Com 36 minutos, foi a vez de Guilherme também aproveitar bola na área e ampliar o marcador.

Aos 38 minutos, Mayron do Nacional recebeu o segundo amarelo e também foi expulso, deixando o time alviazul com nove atletas em campo. Molão, por agressão aos 46 minutos, tratou de deixar as equipes iguais também no número de expulsos.

Duas camisas

No primeiro tempo, o Nacional usou uma camisa com o número amarelo num fundo branco. Terror de quem tinha de enxergar mais de longe o número dos atletas. O dirigente do time visitante, Cúnico Bach, mandou um táxi até a sede do clube, no bairro do Boqueirão, buscar outro jogo de camisas, com os números brancos em um fundo azul e que foi usado no segundo tempo. Os dois clubes ficam distantes 16 km um do outro.

Go with God, boy!

Uma das diferenças do Operário Pilarzinho que venceu o Santa Quitéria há duas semanas e este que perdeu para o Nacional foi a ausência do ponteiro-direito Cainã Lewandowski, de 18 anos. O atleta deixou o clube para fazer universidade nos Estados Unidos e tentar a sorte no emergente futebol profissional de lá. Parafraseando o eterno Boluca, “go with God, boy!”

Empate eletrizante nos juvenis

Quem chegou mais cedo ao Bôrtolo Gava para conferir a preliminar de juvenis não se arrependeu, pois Operário Pilarzinho e Nacional fizeram um jogo de altíssimo nível, refletindo a ótima campanha de ambos, e que terminou com o placar de 3 a 3.

O Nacional abriu o placar logo aos 11 minutos do 1.º tempo com Patrick. A reação do time da casa começou no segundo tempo com um gol de pênalti de Yan.

A partir daí começou um curioso duelo entre dois jogadores, cada um ao seu jeito. O camisa 10 Fernando, do Nacional, fez um gol de falta aos 7 minutos. A resposta do Operário foi com o zagueiro Maicon aos 14 minutos. Fernando respondeu com mais uma cobrança de falta aos 30 minutos, mas o zagueiro-artilheiro Maicon deu números finais à partida com um gol aos 36 minutos.

Ficha Técnica:

Operário Pilarzinho 0 x 2 Nacional

Estádio Bôrtolo Gava, Pilarzinho, Curitiba.

Operário Pilarzinho: Evandro; Clóvis (Zé), William Loco, Cabeça e Thiago Piotto (Cristian); Robson, Molão, Thomas e Bitoca; Éder e Gilberto Cafu (Léo). Técnico: Peterson Freitas.

Nacional: Bruno; Carlinhos, Deivid, Luciano e Mayron; Matheus (Jefferson), Marquinhos, Guilherme (Nakata) e Juninho (Bruno, depois Barney); Bruninho e Flavinho (Victor). Técnico: Alemão.

Arbitragem: Marcelo Sales Corrêa, Daniel Cortim de Carvalho, Fabrício da Silva Martins.

Gols: Bruninho (NAC), aos 13/2.º; Guilherme (NAC), aos 36/2.º.

Cartões Amarelos: Robson (OPP). Mayron, Bruno (NAC).

Cartões Vermelhos: Éder (OPP), 10/2.º, agressão. Victor (NAC), 10/2.º, agressão. Mayron (NAC), 38/2.º, dupla advertência. Molão (OPP), 46/2.º), agressão.

Confira imagens das partidas:

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

2 Comentários

Arquivado em Futebol Alternativo, Metrópole adentro

Acaba não, mundão: a Terceirona vai começar

O veterano e irrevente Aloísio Chulapa é a grande atração do Grêmio Maringá, que tem também jogador de Copa do Mundo no elenco (Foto: Reprodução / Facebook Aloísio Chulapa)

O veterano e irrevente Aloísio Chulapa é a grande atração do Grêmio Maringá, que tem também jogador de Copa do Mundo no elenco (Foto: Reprodução / Facebook Aloísio Chulapa)

Começa neste fim de semana, com um jogo no domingo e outro na segunda-feira, o Campeonato Paranaense da Terceira Divisão. Este ano, a competição está mais enxuta, devido ao reduzido número de participantes, apenas quatro, mas nem por isso deixa de ter atrativos. O principal é o Grêmio Maringá, renascida equipe, três vezes campeã paranaense da elite (1963, 1964 e 1977), que conta com dois experientes jogadores que já brilharam internacionalmente: Aloísio Chulapa e Alex Santos.

O primeiro é um atacante de 40 anos, irreverente, criador de vários bordões e autor de vários gols por equipes como Flamengo, Goiás, St-Etienne, PSG, Atlético Paranaense e São Paulo. O segundo é um meia de 38 anos, nascido na cidade e que começou na base do próprio Grêmio Maringá, mas que ganhou o mundo e se fixou no Japão, onde se naturalizou e defendeu a seleção do país nas Copas do Mundo de 2002 e 2006.

Mas não é só do Galo Guerreiro que vive esta Terceirona. Outro famoso em campo está no Colorado, único dos quatro times que nunca encarou a elite do Paranaense. Trata-se do zagueiro Alex Silva, 30 anos, famoso Pirulito. Com passagens pela seleção brasileira e medalha de bronze olímpica, o defensor tenta um recomeço em uma carreira que desandou nos últimos anos após incidentes de indisciplina.

O Futebol Metrópole acompanhará esta competição no sistema de Placar da Rodada, assim como foi feito com a Segundona Estadual.

Os participantes

Cambé (Cambé)

Cascavel CR (Cascavel)

Colorado (Colorado)

Grêmio Maringá (Maringá)

O regulamento

A fórmula de disputa é bastante simples e rápida. As quatro equipes se enfrentam em turno e returno. Os dois primeiros garantem acesso à Segundona de 2016 e disputam a final em duelo de ida e volta. Total de oito datas.

A primeira rodada

Domingo (30)

11 h – Cascavel CR x Colorado

Estádio 14 de Dezembro, Toledo

Segunda-feira (31)

20 h – Cambé x Grêmio Maringá

Estádio do Café, Londrina

Pitada de história – Quem foram os campeões e onde estão

1991 – Ubiratã (inativo)

1997 – Prudentópolis EC (extinto)

1998 – Nacional de Rolândia (disputou a 1.ª Divisão nesta temporada, mas foi rebaixado para a Segundona)

1999 – Telêmaco Borba (inativo)

2000 – Renove (a equipe de Fazenda Rio Grande se fundiu com o São Vicente do Santa Cândida e virou o Renovicente da Suburbana)

2001 – Águia de Mandaguari (inativo)

2002 – Dois Vizinhos (inativo)

2003 – Sport Paraná de Formosa do Oeste (inativo)

2008 – Serrano Centro-Sul (atual Prudentópolis FC, jogou a 1.ª Divisão nesta temporada, mas foi rebaixado para a Segundona)

2009 – Pato Branco (jogou a Segundona nesta temporada e foi eliminado nas Quartas de Final)

2010 – Grêmio Metropolitano (atual Maringá, jogou a 1.ª Divisão nesta temporada e foi eliminado nas Quartas de Final)

2011 – Júnior Team (inativo)

2012 – Francisco Beltrão (jogou a Segundona nesta temporada e desistiu perto do fim da competição, sendo rebaixado)

2013 – FC Cascavel (jogou a 1.ª Divisão nesta temporada e foi eliminado nas Quartas de Final)

2014 – Andraus (jogou a Segundona nesta temporada e foi eliminado nas Quartas de Final)

Deixe um comentário

Arquivado em Futebol Alternativo, Metrópole adentro

Régua dos Pontos – Suburbana

Modo de funcionamento: O diagrama é bastante simples e poderá auferir quanto falta para classificação ou rebaixamento das equipes. Quando situações definitivas de classificação, desclassificação, rebaixamento e fuga do rebaixamento se aproximarem, as cores serão usadas. A ordem das equipes segue o seguinte critério: pontos potenciais e depois pontos já conquistados. Perceba que a Série B tem rodada sempre com times folgando, o que embaralha completamente o potencial de pontos de todas as equipes.

Note que o Diamante desistiu da competição adulta na Série B, mas segue atuando no juvenil. Assim, a classificação sofreu alterações entre uma semana e outra, pois os jogos da equipe deixaram de contar na pontuação. Você confere aqui como foi a última rodada e como está a classificação.

Série A – Adultos

Grupo A

Já classificado para a próxima fase, o Trieste agora briga para superar o arquirrival Iguaçu na briga pelo primeiro lugar e o ponto extra

Já classificado para a próxima fase, o Trieste agora briga para superar o arquirrival Iguaçu na briga pelo primeiro lugar e pelo ponto extra

17 a 26: Iguaçu

16 a 25: Trieste

14 a 23: Novo Mundo

11 a 20: Vila Fanny

6 a 15: Bangu

5 a 14: Nova Orleans

Grupo B

Olho no para-brisas e no retrovisor: o Operário Pilarzinho se preocupa ao mesmo tempo em entrar no G4 do Grupo B e em fugir do rebaixamento

Olho no para-brisas e no retrovisor: o Operário Pilarzinho se preocupa ao mesmo tempo em entrar no G4 do Grupo B e em fugir do rebaixamento

13 a 22: Renovicente, Urano

10 a 19: Santa Quitéria, Nacional

9 a 18: Operário Pilarzinho

2 a 11: Vila Hauer

Classificação Geral (define o rebaixamento)

Atual campeão. o Nova Orleans está na zona de rebaixamento

Atual campeão. o Nova Orleans está na zona de rebaixamento

17 a 26: Iguaçu

16 a 25: Trieste

14 a 23: Novo Mundo

13 a 22: Renovicente, Urano

11 a 20: Vila Fanny

10 a 19: Santa Quitéria, Nacional

9 a 18: Operário Pilarzinho

6 a 15: Bangu

5 a 14: Nova Orleans

2 a 11: Vila Hauer

Juvenis

Grupo A

18 a 27: Vila Fanny

16 a 25: Trieste

15 a 24: Novo Mundo, Nova Orleans

6 a 15: Iguaçu, Bangu

Grupo B

19 a 28: Operário Pilarzinho

16 a 25: Nacional

11 a 20: Renovicente

7 a 16: Santa Quitéria

6 a 15: Vila Hauer

3 a 12: Urano

Série B

Grupo A

16 a 25: Capão Raso

17 a 23: Imperial

10 a 22: Uberlândia

8 a 20: Tanguá

10 a 19: Grêmio Ipiranga

6 a 18: União Ahu

7 a 16: Caxias

0 a 12: Olímpico

2 a 11: Bairro Alto

1 a 7: Rio Negro

Grupo B

16 a 25: São Braz

15 a 24: Combate Barreirinha, Vasco

9 a 18: Vila Sandra

6 a 18: Santíssima Trindade

4 a 16: Palmeirinha

6 a 15: Flamengo, Boqueirão

4 a 13: Ypiranga

1 a 10: Sergipe

Juvenis

Grupo A

15 a 27: União Ahu

16 a 25: Caxias

13 a 22: Bairro Alto

7 a 19: Tanguá

6 a 18: Olímpico

8 a 17: Grêmio Ipiranga

10 a 16: Imperial

3 a 15: Uberlândia

0 a 9: Capão Raso

-6 a 0: Rio Negro

Grupo B

18 a 30: Ypiranga

17 a 26: Combate Barreirinha

12 a 24: Palmeirinha

13 a 22: São Braz

12 a 21: Sergipe

7 a 19: Vila Sandra

6 a 18: Flamengo

3 a 15: Vasco, Santíssima Trindade, Diamante

0 a 9: Boqueirão

Deixe um comentário

Arquivado em Futebol Alternativo, Numeralhas