Empate agridoce mantém invencibilidades de Novo Mundo e Urano

Empate por 1 a 1 na Arena Vermelha manteve Urano na liderança de sua chave e fez com que Novo Mundo chegasse a impressionantes quatro empates em quatro jogos.

Empate por 1 a 1 na Arena Vermelha manteve Urano na liderança de sua chave e fez com que Novo Mundo chegasse a impressionantes quatro empates em quatro jogos

Se tivesse um sabor para definir o empate entre Novo Mundo e Urano por 1 a 1, sábado (25), na Arena Vermelha, seria o agridoce. Para o time da casa, a doçura esteve no gol em cima da hora, 45 minutos do segundo tempo, marcado por Lucas Batatinha, o amargor esteve nos pontos perdidos em casa e na vitória que não veio após quatro rodadas. Para o Urano, a doçura esteve no resultado fora de casa e na manutenção da liderança da chave mesmo após um jogo duro em gramado pesado no meio da semana. O amargor esteve nas circunstâncias de ficar 86 minutos da frente desde o gol de Richard aos 4 minutos. Doce para ambos foi a invencibilidade mantida e um bom espetáculo para os torcedores que foram ao estádio.

“Esse empate foi muito ruim para a gente. Queríamos ganhar em casa, mas tomamos um gol logo no começo. E só deu a gente no jogo. Eles tiveram chances no contra-ataque só”, afirmou Lucas Batatinha, autor do gol do Novo Mundo e que havia jogado o último Campeonato Cearense pelo Icasa. “Infelizmente tomamos gol de empate no final, mas está de bom tamanho, pois temos agora dois jogos em casa. A gente está pensando mesmo como time pequeno, trabalhando e o que vier é lucro”, completou Richard, autor do gol do Urano.

As duas equipes voltam a campo no próximo sábado (1.º de agosto), com juvenis às 13h30 e adultos às 15h30. O Urano recebe o Vila Fanny no Manecão, enquanto que o Novo Mundo vai ao Santa Cândida, na Zona Norte, enfrentar o Renovicente.

O jogo

O Urano começou com mais ímpeto e conseguiu abrir o placar logo aos 4 minutos de jogo com boa finalização de Richard após jogada de Massai pela direita. A equipe do técnico Serginho Jordão fez uma blitz nos primeiros minutos de partida e poderia ter ampliado. Porém, perdeu seu lateral-direito Diego, aos 26 minutos, por lesão, tendo de improvisar o meio-campista Gleisson na função. Com isso, o ímpeto foi esfriando e o Novo Mundo, ainda que com dificuldades de ultrapassar a defesa azul, adonou-se do jogo.

O técnico Ivo Petry, insatisfeito com o desempenho no primeiro tempo, mexeu duas vezes no intervalo, colocando Danilo e Bruninho. Isso aliado ao desgaste do Urano colocou o Novo Mundo ainda mais na pressão. Com isso, o goleiro Yuri passou a se destacar na partida com importantes defesas. Do outro lado, Richard teve a chance de matar a partida aos 26 minutos, ao sair no mano a mano com o zagueiro e chutar da entrada da área sobre o gol defendido por Péricles.

Quando a partida parecia se encaminhar para para a terceira vitória do Urano, segunda fora de casa, em quatro partidas, uma rebatida mal feita próxima da área virou chance de cruzamento rasteiro da direita que encontrou Lucas Batatinha no lado esquerdo da área, empatando aos 45 minutos do segundo tempo.

Sem a camisa 11

O Urano entrou sem nenhum jogador com a camisa 11. Foi uma homenagem ao atacante Willian, que está fora da Suburbana devido a uma grave fratura dupla na perna. Com isso, o substituto dele, Adriano Marmita, usou a 19. Novamente os jogadores do Azulão posaram com uma faixa em apoio ao atacante lesionado.

Tem que ver isso aí

O Novo Mundo utilizou um belo uniforme com um vermelho bem vivo com algo difícil de ver até em clubes profissionais do Brasil: número da frente da camisa. O design, inclusive, lembra o do segundo uniforme da seleção dos Emirados Árabes de uns anos atrás. Porém, com o passar do jogo notou-se um curioso erro em duas das camisas. A camisa que levava o número 4 às costas estava com o número 2 à frente e a que levava o número 2 às costas estava com o número 4 à frente.

Novo Mundo goleia nos juvenis

Na preliminar da categoria juvenil, o Novo Mundo goleou o Urano por 4 a 1. Logo aos 4 minutos, Mateus Batista abriu o placar para o time da casa. Felipe Maldini ampliou aos 26 minutos. No segundo tempo, o time alvirrubro marcou o terceiro aos 12 minuto com Leonardo. Logo depois, aos 15 minutos, Pedro descontou para o Azulão. Porém, aos 24 minutos, Mateus Batista deu números finais ao duelo.

Ficha Técnica:

Novo Mundo 1 x 1 Urano

Estádio Orlando Rinaldin (Arena Vermelha), Novo Mundo, Curitiba

Novo Mundo: Péricles; Paulo Sérgio, Otávio e Samuca; Dione (Bruninho), Geraldinho, Hélton (Danilo), Matheus (Evandro) e Anderson; Vaguinho (Marcelo) e Lucas Batatinha. Técnico: Ivo Petry.

Urano: Yuri; Diego (Eduardo Felipe), Wissan, Nathan e Flavinho; Robinho, Gleisson (Dionathan), Massai e Maicon; Richard e Adriano Marmita (Pulga). Técnico: Serginho Jordão.

Arbitragem: Leandro Barros Nunes, Rafael Dias de Melo e Marco Aurélio dos Santos.

Gols: Richard (URA), aos 4’/1.º; Lucas Batatinha (NMU), aos 45’/2.º.

Cartões amarelos: Danilo (NMU). Maicon (URA).

Confira imagens das partidas:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Futebol Alternativo, Metrópole adentro

2 Respostas para “Empate agridoce mantém invencibilidades de Novo Mundo e Urano

  1. Pingback: Placar da Rodada – Suburbana | Futebol Metrópole

  2. Pingback: Relembre a 1.ª Fase da Série A da Suburbana em 11 ESCENARIOS | Futebol Metrópole

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s