Seleção Futebol Metrópole do Paranaense 2015

pr2015

Com o Campeonato Paranaense encerrado, vários órgãos de imprensa montam suas seleções. Resolvemos não ser diferentes quanto a isso. Logo, segue a seleção que o blog achou de melhor neste Paranaense de 2015, que teve o Operário como o campeão inédito. Veja como ficou o time e opine ali nos comentários:

 

Goleiro – Jhonatan (Operário)

O goleiro do Fantasma fez até gol na competição, mas isso foi o de menos perto de como jogou especialmente na fase final da competição. Parecia aqueles goleiros argentinos clichê da Libertadores, fazendo defesas incríveis e catimbando como ninguém, afetando também o psicológico dos adversários. Na grande decisão, a defesa à queima-roupa num chute de Wallyson foi o suficiente para virar o placar psicológico da partida, num momento que o placar estava em 0 a 0 e um gol do Coritiba colocaria fogo na partida.

 

Lateral-direito – Danilo Báia (Operário)

O grande ponto de desequilíbrio do Operário foi seu lateral-direito, uma revelação tardia de 29 anos. Danilo Báia foi o grande assistente da equipe de Ponta Grossa. Tem potencial até, com a idade se aproximando, de encerrar a carreira como meia, tão grande é a qualidade no terço final de campo.

 

Zagueiro – Dirceu (Londrina)

O Londrina teve junto com o Foz a melhor defesa da competição. Parte disso se deve a mais um bom campeonato de seu capitão, o zagueiro Dirceu. Desta vez não veio o título do Campeonato, apenas o do Interior e também o 3.º lugar na classificação geral.

 

Zagueiro – Douglas Mendes (Operário)

O zagueiro engoliu os atacantes do Coritiba na decisão e mostrou ser um pedaço fundamental da sólida defesa do Fantasma, responsável por tomar apenas um gol nos seis jogos decisivos e, por tabela, garantir o título.

 

Lateral-esquerdo – Carlão (Foz do Iguaçu)

Mais que o Operário e principalmente pelas circunstâncias, o Foz foi a grande surpresa do Paranaense. A equipe foi a última a ser confirmada, após a desistência do Arapongas, e fez bonito, terminando em quarto lugar e com uma vaga na Série D. Num campeonato que os laterais-esquerdos não se destacaram tanto, o Carlão do Foz merece a lembrança.

 

Volante – Alan Santos (Coritiba)

Num esquema tático com bastante marcação e pouca criatividade, Alan Santos foi o responsável por dar estes lampejos ao time do Coritiba com boas chegadas ao ataque, especialmente no começo da competição.

 

Meia/Volante – Léo Maringá (Londrina)

O veterano meio-campista foi um dos destaques da equipe do Tubarão. O veterano de 36 anos ainda segue desfilando seu futebol voluntarioso, bom nas bolas paradas e nos chutes de longa distância.

 

Meia – Netinho (J. Malucelli)

O Jotinha caiu nas quartas de final frente ao Foz, mas na primeira fase empreendeu uma briga ponto a ponto contra o Coritiba pela ponta da tabela. Muito disso graças ao experiente meia Netinho, forte nas bolas paradas e tiros de longe. O Paranaense serviu para o recolocar na órbita de equipes maiores.

 

Meia – Ruy (Operário)

Ruy havia sido contratado no fim do ano passado para jogar mais um Paranaense pelo Arapongas. Porém, o time fechou. Melhor para o Operário, que o contratou, encontrando seu armador do título. Ruy, que curiosamente foi dispensado do Coritiba após fazer a base na equipe, mostrou que tinha sim condições de brilhar no Alto da Glória, e assim o fez, mas pelo Fantasma. Foi o grande jogador da equipe nos jogos decisivos, junto com Danilo Báia.

 

Atacante – Juba  (Operário)

Curiosamente, brigava pela posição no time com o seu colega Douglas, que perdeu a posição por causa de uma suspensão na ida e por problemas físicos na hora da decisão. Geralmente centroavante no Novo Hamburgo, Juba mostrou ter se reinventado, chegando a marcar ponta-esquerda adversário no campo de defesa e, nos minutos seguintes, aparecer livre para marcar.

 

Atacante – Rafhael Lucas (Coritiba)

Rafhael Lucas foi o grande artilheiro do Campeonato Paranaense, com 12 gols. Porém, o corpo cobrou a conta da sequência de jogos, com lesões em partidas decisivas. O atacante foi tão fundamental para o Coritiba que a equipe venceu apenas uma partida na competição sem gol do camisa 99: o 3 a 0 sobre o Londrina na volta da semi-final.

 

Técnico – Itamar Schülle (Operário)

Levar ao título um time que nunca foi campeão e que, depois de um jejum de finais que vinha antes de nascer, ainda convivia com o peso de 14 vice-campeonatos estaduais não é para qualquer um. O catarinense de 47 anos montou uma equipe sólida e que teve mentalidade vencedora na hora da decisão. Vale lembrar que a folha de pagamento do Fantasma é aproximadamente 25% da folha do vice-campeão Coritiba apenas.

 

Revelação – Rafhael Lucas (Coritiba)

Rafhael Lucas vai fazer 23 anos em novembro, mas merece o título de revelação. Artilheiro na base, teve uma grave lesão quando subia para o time principal, o que brecou sua evolução, justo em temporadas que o Coxa careceu de um centroavante confiável. Agora o Coritiba tem este centroavante confiável e feito em casa. Porém, a pressão sobre o camisa 99 tende a aumentar e é urgente que a equipe deixe de ser tão dependente dos gols dele, pois a marcação começará a ficar mais dura.

 

Craque – Danilo Báia (Operário)

Danilo Báia, 29 anos, foi a principal fonte de gols do Fantasma. Dos pés dele saíram os gols que deram a vantagem na ida da decisão. E, para quem só começou a prestar atenção no time do Operário perto da final: ele estava jogando perto deste nível desde o começo. Por isso, o craque do campeonato.

 

Danilo Báia deu assistência para você e outras 46 pessoas (Foto: Luciano Mendes / Divulgação)

Danilo Báia deu assistência para você e outras 46 pessoas (Foto: Luciano Mendes / Divulgação)

 

Veja mais:

As Numeralhas finais do Campeonato

Participação do Futebol Metrópole no Última Divisão falando do Operário

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Opinião

Uma resposta para “Seleção Futebol Metrópole do Paranaense 2015

  1. Pingback: Prognósticos paranaenses para o Brasileirão | Futebol Metrópole

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s