Campeão-relâmpago pelo Andraus, Paulo Miranda não definiu destino para 2015

Paulo Miranda, ex-jogador de clubes como Atlético, Coritiba, Paraná e Vasco, conquistou o primeiro título de treinador pelo Andraus

Paulo Miranda, ex-jogador de clubes como Atlético, Coritiba, Paraná e Vasco, conquistou o primeiro título como treinador pelo Andraus

 

O domingo (30) foi especial para o ex-meia Paulo Miranda. Aos 40 anos, o agora treinador, conquistou sua primeira taça na nova função pelo Andraus, que venceu nos pênaltis o Pato Branco por 4 a 2 após triunfo no tempo normal por 3 a 1. A vitória não garantiu o futuro do jovem comandante na equipe de Campo Largo em 2015.

“Não há nada definido. Estou conversando. Inicialmente o acerto foi para estes dois jogos. Tenho proposta de um time da Série A3 de SP e também de um time do Paraná. É ter confiança e ter tranquilidade, pois o mais importante é ter um time para trabalhar”, afirmou Paulo Miranda.

A chegada do treinador, que como jogador foi revelado pelo Paraná e atuou por times do porte de Atlético, Coritiba, Cruzeiro, Flamengo e Vasco, ao Andraus foi inusitada. O Gigante da Pedreira foi comandado nas rodadas decisivas por um técnico interino, Duílio Morais, que deixou a equipe logo depois de conseguir a classificação ao aceitar o cargo de preparador físico em uma equipe da A2 Paulista. Miranda chegou na quinta-feira anterior ao primeiro duelo da decisão contra o Pato Branco.

“Quando cheguei, disse que não seria fácil, com dois dias para preparar time, mas os meninos assimilaram bem rápido, são sensacionais. Perdemos o primeiro jogo, num jogo difícil, com eles com muita mais vontade, mas nesta semana deu para montar o time direitinho e fiz até algumas mudanças”, explicou.

Com vários títulos como jogador, o primeiro como treinador teve um sabor especial para o ex-jogador, que calçando chuteiras levantou uma Mercosul e a João Havelange pelo Vasco, entre outros. “Primeiro título a gente nunca esquece. Juro para você que, mesmo vários títulos como atleta, este é o melhor título da minha vida e que seja o primeiro de muitos. Estou começando carreira. São apenas oito meses fazendo cursos dentro e fora do país, estudando muito e agora estou aqui realizando meu sonho do primeiro título como treinador”, comemorou. Paulo Miranda já havia treinado Oeste-SC, Gênus-RO e o Francisco Beltrão, justamente o arquirrival do Pato Branco, adversário da decisão.

Comemoração teve um susto fora de campo

Goleiro Jackson sobe no alambrado do Ecoestádio

Goleiro Jackson sobe no alambrado do Ecoestádio

Logo após o fim da decisão por pênaltis, os jogadores do Andraus, especialmente o goleiro Jackson, levaram um susto. A mãe do camisa 1, herói ao defender um pênalti, passou mal nas arquibancadas do Ecoestádio e desmaiou de emoção. O arqueiro de 23 anos pulou o alambrado para ajudar a mãe, que atendida pelos paramédicos, voltou à normalidade e pôde participar dos festejos.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Futebol Alternativo, Metrópole adentro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s